Você está aqui: Página Inicial Notícias Estresse: "delete o que não é mais necessário para a cabeça"
Encontre aqui médicos, hospitais, laboratórios, dentistas e outras especialidadesencontre_5.jpg Acesse os credenciados do MPTAcesse os credenciados do MPMAcesse os credenciados do MPFAcesse os credenciados do MPDFT

alto-custo.jpg

Banner faça parte do Plan-assiste

Aviso de credenciamento

 

Estresse: "delete o que não é mais necessário para a cabeça"

A correria do dia-a-dia, a competitividade no mercado de trabalho, as cobranças, o trânsito, as dificuldades financeiras são apenas alguns dos fatores que causam estresse nos profissionais.
O estresse, tanto de natureza física, psicológica ou social, é composto por um conjunto de reações fisiológicas que, se exageradas em intensidade ou duração, podem levar a um desequilíbrio no organismo.
“Ele se manifesta quando nos preocupamos demais, quando estamos sob pressão ou estamos nos sentindo ameaçados, quando sentimos medo de situações concretas e imaginárias, entre outros fatores”, explicou a médica e psicanalista Soraya Hissa de Carvalho.
O estresse, denominado também como mal do século, é prejudicial para as atividade cognitivas, como a memória e a tensão. Segundo Soraya, pessoas estressadas podem ter a capacidade de fixação afetada, o que pode até causar transtorno de ansiedade.
Férias podem ajudar
Tirar férias é importante para descansar a mente e recarregar as energias, e é também uma solução para combater o estresse, já que o organismo funciona de maneira mais saudável.
“Se não for possível tirar férias, faça um pequeno descanso para diminuir a tensão. Um período distante da rotina do ambiente do trabalho ou da escola pode gerar mais do que momentos de lazer e descontração”, afirmou Soraya.
Segundo a médica, as pessoas sentem tanta dificuldade em relaxar, que ao saírem de férias fazem uma programação igualmente rígida, impondo horas para acordar, passear e dormir. "Devido ao acúmulo de informações no dia-a-dia, é preciso deletar aquilo que não é mais necessário estar na cabeça", explicou
De acordo com a médica, para quem está de férias, o ideal é se desligar de tudo que possa causar preocupação, esquecer dos horários rígidos e fazer as coisas sem pressa. Uma dica dada por ela é que o profissional neste momento de descanso não se descuide da alimentação.  (InfoMoney)

Ações do documento
Ferramentas Pessoais